Maldaner avalia as eleições 2020

O deputado federal e presidente do MDB de Santa Catarina –  Celso Maldaner avaliou como positiva as eleições do último domingo (15). Mesmo não elegendo 120 prefeitos como elencou, quase 50% dos 206 municípios onde a sigla era cabeça de chapa obteve a vitória, além disso, o MDB tem quase o dobro de prefeituras do segundo colocado e vai governar para 25% do eleitorado catarinense. “Entendo que sem a meta o MDB seria tímido e com medo das mudanças sofridas em 2018. Com isso, motivamos o partido a trabalhar resgatando a nossa história de trabalho e de obras em cada canto do estado, resgatando a confiança da nossa liderança, à exemplo de Chapecó, onde o candidato Fossá terminou o pleito em segundo lugar”, comemora.

Para Maldaner, que percorreu em 40 dias mais de 250 municípios levando todo o seu apoio e motivação, o eleitor, especialmente dos pequenos municípios, optou em votar em nomes e partidos estruturados e com história política. Isso reafirma a posição de ser o maior partido com 96 prefeitos, aumentando a representatividade feminina para 11 e 67 vices, sendo seis mulheres, com 37 municípios em “chapa pura”. Em outras 10 cidades, os eleitos contaram com o apoio partidário do MDB, somando Blumenau que está no segundo turno.  Das 126 cidades comandadas pelo MDB, cinco integram a lista das 20 cidades mais populosas do Estado, sendo: Itajaí, Jaraguá do Sul, Camboriú, Brusque e Gaspar, todas visitadas por ele na última semana.

Maldaner diz que é  cedo para falar de 2022, mas assume que os números do partido em Santa Catarina o credenciam como um aliado a ser cortejado ou um adversário a ser temido. Na regional de Maravilha, que considera sua casa, elegeu 6 prefeitos, 3 vices e 42, dos 823 vereadores e garante: o MDB terá candidato próprio para disputar o governo estadual.

Compartilhe com amigos

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Newsletter

Newsletter

Vídeos