Maldaner prestigia a inauguração da ampliação do Frigorífico Aurora

Maldaner prestigia a inauguração da ampliação do Frigorífico Aurora

Na tarde desta terça-feira (15), 46 anos depois do primeiro abate de suínos e fazendo parte das comemorações dos seus 50 anos de história, a Cooperativa Central Oeste Catarinense – Aurora Alimentos inaugurou a ampliação da sua unidade 1, passando a ser o maior frigorífico de suínos do Brasil.

Com investimentos na ordem de R$ 268 milhões, a unidade passa a abater 10 mil cabeças/dia e é a única indústria brasileira que exporta carne suína in natura para os Estados Unidos e também é habilitada a exportar para China, Hong Kong, Japão, Coréia do Sul, Chile e outros 14 países.

Acompanhado da Ministra da Agricultura Tereza Cristina, do presidente da Aurora – Mário Lanznaster, e de diversas lideranças políticas, setoriais e empresariais, o deputado federal Celso Maldaner prestigiou o ato.

Para Maldaner, que quando era prefeito de Maravilha, trabalhou incansavelmente para levar uma unidade da Cooperativa para a cidade, é um momento de muita alegria. “Em 1988, eu era prefeito e a Aurora inaugurou o seu primeiro frigorífico de aves na minha querida cidade de Maravilha. Por isso nós fizemos parte desta história. As diversas unidades espalhadas pelo Brasil fazem parte desta história escrita nestes 50 anos. A amplitude da Aurora é conquista da sua gestão juntamente com os colaboradores e os seus cooperados. O modelo cooperativista de ser é case de sucesso”, comemorou o deputado.

Saldo positivo
Vale ressaltar que após um 2018 repleto de problemas financeiros, 2019 vai fechar com chave de ouro. Durante o ato, o presidente Mário Lanznaster respaldou o trabalho dos colaboradores e cooperados, dizendo que o resultado de participação que no ano passado não teve, neste ano será em média dois salários mínimos.

Gargalos
Infraestrutura rodoviária e ferroviária são os gargalos que o nosso grande oeste enfrenta para o escoamento de toda essa produção e também para baratear os custos de produção na compra do milho. A força do agro e o modelo cooperativista segura a balança comercial e leva o nome do Brasil para diversos países do mundo por isso os gargalos precisam ser combatidos.

Compartilhe com amigos

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Newsletter

Newsletter

Vídeos